A ergonomia é um conceito estabelecido através da norma regulamentadora nº 17, também conhecida como NR-17, que tem como objetivo garantir certos parâmetros para a boa condição de trabalho, partindo de uma adaptação às características físicas e psicológicas dos indivíduos. Tem por finalidade oferecer conforto máximo para o desempenho e segurança durante o expediente de trabalho. Podemos adequá-la tanto ao nosso ambiente de trabalho quanto ao de estudo em casa, pois além de prevenir alterações posturais como escoliose e cifose, previne o desconforto corporal (dor lombar ou cervical) e trata das alterações circulatórias e articular auxiliando na melhora do desempenho das nossas tarefas. O objetivo é desenvolver e aplicar técnicas de adaptação de elementos do ambiente de trabalho ao ser humano, com intuito de gerar o bem-estar do trabalhador e dos indivíduos em geral, aumentar sua produtividade.

Sou Edenise Alves, fisioterapeuta, e passo aqui algumas dicas de Ergonomia para uma boa postura na posição sentada e melhora de rendimento e desempenho do trabalho:

1) Organizar o ambiente de trabalho, mantendo os objetos ou ferramentas de trabalho   sempre à mão.
2) Manter uma angulação de 90º das articulações de quadril, joelho e tornozelo evitando que os pés fiquem flutuando (Dica: se possível utilizar apoio para os pés). Um bom posicionamento das pernas evita tensão muscular e articular.
3) Utilize suporte para monitor ou para notebook, caso não tenha o suporte pode utilizar livro(s) para nivelar o seu notebook na altura dos seus olhos, a uma distância de 40 à 70 cm deste modo fica mais confortável e menos cansativo para a visão. Assim você mantem o alinhamento da cabeça e pescoço, evitando os torcicolos e tensão nos ombros.
4) Sente sobre a base dos glúteos (Dica: se possível use cadeira ergonômica).  Manter as costas apoiadas no espaldar da cadeira, ombros levemente alinhados para trás e jamais sente na borda da cadeira.
5) Os antebraços devem estar apoiados sobre a mesa, evite deixar os cotovelos para baixo, evitando tensão dos punhos e cotovelos.
6) Fazer intervalos regulares de 15min a cada 60min de trabalho. Isto diminui as áreas de pressão na região glútea, nos discos intervertebrais e tensões musculares (coluna lombar e cervical, ombros).
7) Faça alongamento de pescoço, braços, costas e pernas.
8) Hidrate-se regularmente para um melhor desempenho ou funcionamento cerebral.

 

Edenise T. Alves
Fisioterapeuta CREFITO-8 22336-F
Mestranda – PPGTS - PUCPR

Tradução para Libras e Edição dos Vídeos:
Alexsander Pimentel
Doutorando do PPGTS - PUCPR

Revisora de Texto e Apoio técnico:
Luana Arrial Bastos
Mestranda do PPGTS – PUCPR

Referências:
- Revista Brasileira de Gestão e Engenharia – ISSN 2237-1664 Centro de Ensino Superior de São Gotardo Número II Jul-dez 2010 Trabalho 02 Páginas 17-29
- http://www.periodicos.cesg.edu.br/index.php/gestaoeengenharia periodicoscesg@gmail.com www.abnt.org.br, boletim informativo, fev.2013, n. 126, vol.11