Olá pessoal, nesse vídeo demonstraremos como adaptar o jogo batalha naval para as pessoas com deficiência visual usando material recicláveis, que você encontra em casa, e que são de baixo custo. Vamos lá!

Primeiro vamos à lista de materiais.
Nós utilizaremos:
- duas ou quadro bandejas de 30 ovos;
- cita crepe ou outro material que cole (poderá usar grampeador);
- escolher dois tipos de objetos que sejam de formas diferentes (sugestão tampinhas de garrafas e lacre de latinhas) ou poderá usar alguns tipos de sementes como feijão, milho ou algodão porque eles diferem no tato;

Construção do jogo:
Esse jogo é diferente do dominó porque não precisará colar ou juntar peças. Então porque a cita crepe ou grampeador para unir duas bandejas de ovos de 30 para cada jogador. Isso será caso você deixar o jogo mais difícil, pois aumentará a quantidade de linhas e colunas do jogo deixando mais opções para que você “esconda” os seus navios.

Por exemplo: Coloquei aqui um navio com uma sequência de três “casas” com punhados de milhos, uma sequência com cinco casas e outra com quatro casas. E deixamos voltado para o jogador, que no caso sou eu. O restante das “casas”, onde não tem milho, será “água”. O adversário deve distribuir seus navios pela sua bandeja como achar melhor.

Vamos jogar! Pegue outro tipo de material do que usado para ser os navios. Pode ser o lacre, a tampinha.., neste caso vou usar algodão. O adversário diz “primeira linha segunda coluna” se não tiver milho (navio), é água. Eu sinto para ver se tem alguma parte do navio. Caso não tenha o milho eu coloco o pouco de algodão para fazer a marcação.

Essa é uma alternativa de jogar batalha naval de forma tátil e não usando as marcações visuais de “linha”, “coluna” e de navio.
É isso!!!

 

Gabriele Serur
Psicóloga Clínica CRP 08/30361
Mestranda do PPGTS – PUCPR

Tradução para Libras e edição do vídeo
Alexsander Pimentel
Doutorando no PPGTS - PUCPR

Apoio de filmagens em Libras
Luana Arrial Bastos
Mestranda no PPGTS - PUCPR