A fisioterapeuta Maiara Gaspar explica sobre os cuidados para a pessoa com deficiência em meio à pandemia do coronavírus (COVID-19).

Este ano inicia diferente de todos os outros, contato pessoal, higiene e prevenção mais do que nunca estão relacionados. Identificar e garantir boas práticas são importantes para prevenir, interromper ou reduzir a propagação do coronavírus. Pessoas com deficiência estão em maior risco de contrair a COVID-19 devido às barreiras no acesso à informação preventiva; à dependência do contato físico com o ambiente ou com as pessoas que lhes prestam apoio, bem como, às doenças respiratórias que determinadas deficiências causam.

As medidas de emergência e confinamento da COVID-19 podem gerar medo e ansiedade e a demonstração de solidariedade e apoio comunitário é essencial para todos, e é fundamental para as pessoas com deficiência. Em geral, cabe a todos nós realizarmos a desinfecção das portas de acessos; dos corrimãos/corrimões das rampas ou escadas; dos botões de acessibilidade; das superfícies dos móveis e tudo que é tocado com maior frequência. Além do hábito de lavar as mãos com água e sabão ou higienizá-las com álcool em gel 70%, apresento outras atenções e cuidados de higiene às pessoas e os instrumentos utilizados no dia-a-dia.

1) Deve ser frequente a limpeza e higienização das muletas, bengalas, cadeiras de rodas ou qualquer tipo de equipamento usado para apoio e locomoção, principalmente quando usados em deslocamentos externos ou manuseado por outras pessoas;

2) As pessoas surdas, usuárias da Libras, como utilizam bastante às mãos para se comunicarem e na maioria das vezes levando ao próprio rosto, devem lavar constantemente as mãos e, ainda, levar em seus pertencem pessoais o álcool em gel para a constante higienização não só das mãos como do celular;

3) Os deficientes visuais, como também, usam bastante as mãos para leitura e reconhecimento de pessoas e objetos, além de contar com o apoio de outras pessoas para guiá-los, precisam constantemente lavar as mãos e ter em sua posse o álcool em gel 70%;

4) Para os surdocegos é importante que o guia-intérprete ou familiar que os assistem realizem os cuidados básicos de higiene e higienização como uso de álcool em gel e lavar as mãos varias vezes ao dia, lembrando que tossir e espirrar devem ser no antebraço;

5) É importante que a pessoa cega, ao ser guiada por alguém, pegue no ombro do guia e não no cotovelo; em caso de absoluta necessidade, deve-se contar com a ajuda de amigos, vizinhos e familiares;

6) Àqueles com deficiência intelectual, que tem um comprometimento importante de autonomia e independência e que podem apresentar estereotipias ou mesmo levar as mãos à boca, é importante a lavagem das mãos inúmeras vezes ao dia assim como a higienização dos objetos que manuseiam.

Como podemos perceber um dos principais vetores de contaminação são as mãos e a principal indicação para prevenir-se é lavá-las com frequência usando água e sabão e, ou, usar o álcool em gel 70%. Reforço que higienizar frequentemente todo e qualquer equipamento ou utensílio utilizado pelas pessoas com deficiência no auxílio à realização de suas atividades diárias e/ou de trabalho, como computadores, celulares, tablets, óculos, lupa, talheres, etc... é essencial para prevenir, reduzir ou interromper a propagação do coronavírus.

 

Maiara Gaspar
Fisioterapeuta CREFITO-8 277267-F
Pós-graduanda em Fisiologia do Exercício - UFPR

 

Informações e filmagem por: Maiara Gaspar

Diretor e editor de filmagem: Alexsander Pimentel

Tradutor intérprete Libras: Alexsander Pimentel

Revisora de textos e apoio (Filmagens em Libras): Luana Arrial Bastos

 

Referências

OPAS- Organização Pan-Americana da Saúde <https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6101:covid19&Itemid=875> acesso em 20/04/2020.
International Disability Alliance <http://www.internationaldisabilityalliance.org/covid-19> (PDF - Portugues)
Agencia Brasília <https://www.agenciabrasilia.df.gov.br/2020/04/02/coronavirus-secretaria-divulga-orientacoes-para-pessoas-com-deficiencia/> acesso em 20/04/2020.