Sou Luana Arrial Bastos mestre em Tecnologia em Saúde do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia em Saúde na PUCPR e apresento o resumo da minha pesquisa de mestrado que desenvolvi sob orientação do Prof. Dr. Percy Nohama.

 

O título da minha pesquisa é

PROPOSTA DE MODELO PARA CONSTRUÇÃO DE TECNOLOGIA DE COMUNICAÇÃO EM LIBRAS PARA O ATENDIMENTO PRIMÁRIO NA SAÚDE

Com o avanço das tecnologias da informação e comunicação, da Internet e do smartphone, ampliou-se a facilitação da comunicação das pessoas e principalmente das pessoas com deficiência. Com o intuito de propiciar a intermediação entre os profissionais da Saúde e os pacientes surdos, este projeto visa apresentar uma proposta de uma ferramenta que leve à criação de um aplicativo de apoio ao atendimento primário da pessoa surda. Trata-se de uma pesquisa exploratória, com enfoque qualitativo, constituída por: duas revisões de literatura, uma sobre a assistência à Saúde aos pacientes surdos e a outra sobre a acessibilidade digital às pessoas com deficiência; um levantamento do panorama da acessibilidade em sites dos Planos de Saúde e Hospitais; uma análise histórica das Políticas Públicas às pessoas com deficiência destacando os surdos; um levantamento dos principais parâmetros, descritores, informações e vocabulário para realização de uma anamnese, questionários direcionados aos profissionais da Saúde e outro direcionado aos surdos. Os questionários, formulários Google, foram disponibilizados por e-mail e por Whatsapp. Com o primeiro questionário, recrutou-se 780 profissionais da Saúde de 48 áreas de atuação na Saúde divididos em 24 Estados Brasileiros e o Distrito Federal. No formulário direcionado aos surdos, participaram 135 surdos maiores de 18 anos divididos em 11 Estados Brasileiros e Distrito Federal. Após constatar a angústia e descontentamento que os envolvidos no atendimento ficam submetidos ao enfrentarem a barreira da comunicação na prestação de assistência a sua Saúde, compreender a qualidade da comunicação entre referidos sujeitos, levantar os parâmetros, descritores, vocabulário e informações para a realização de uma anamnese no primeiro atendimento, fez-se a tradução intermodal (Língua Portuguesa para Libras) das duas primeiras etapas (dados pessoais e queixas principais) que farão parte da ferramenta tecnológica de comunicação, que viabilizará a ruptura da barreira comunicacional no atendimento primário aos surdos pelos profissionais da Saúde. Seguiu-se os ideários de pesquisadores que ressaltam a inacessibilidade à Saúde pelos surdos juntamente com os que acreditam na necessidade de estratégias de comunicação humanizada no Âmbito da Saúde, propiciando ao Surdo meios que ele conheça, aqui a Libras, para seu atendimento primário. A pesquisa resultou na criação de um fluxograma da anamnese de acordo com o roteiro padronizado em Língua Portuguesa, o qual foi o cerne para a estruturação da tradução intermodal. Foram gravados, em chroma key, 41 vídeos em Libras referente às duas primeiras partes da anamnese dos itens dos dados pessoais e das queixas principais. Concluiu-se que a qualidade comunicacional entre os profissionais da Saúde e os pacientes surdos é deficitária. Aos principais descritores, informações e vocabulário para realização de uma anamnese, deve-se seguir os itens da semiologia médica. Para o desenvolvimento e conclusão da tradução intermodal, são necessárias as adequações na estrutura da Libras para que haja compreensão dos Surdos. E para a proposta de modelo da ferramenta tecnológica é essencial compreender o processo referente ao procedimento de atendimento pelos profissionais da Saúde, assim como, a Cultura Surda quanto ao seu método comunicacional.

 

Palavras-chave: Comunicação; Profissionais da Saúde; Surdos; Libras; Tecnologia Assistiva; Anamnese.

Link de download:  Dissertação PPGTS PUCPR - Luana Arrial Bastos 2022

 

Autora
Luana Arrial Bastos
Mestre em Tecnologia em Saúde - PUCPR

Narração em Língua Portuguesa e
Filmagem em Libras
Luana Arrial Bastos
Mestre em Tecnologia em Saúde – PUCPR

Tradução para Libras
Lígia Fernanda Giorgia de Oliveira Klein

Edição do Vídeo
Kyarah Sayuri Chihaya Zagheni

 

REFERÊNCIAS

AGUIAR, N. M. de; TOZETTO, M. E. C.; SANFELICE, F. A. N. Projeto aplicativo e a humanização no SUS: A experiência de acadêmicos de medicina. Cuid. Enferm., v.1, n. 1, p.61- 66, 2021.

ALAMI, S; DESJEUX, D, GARABUAU-MOUSSAOUI, I. Os métodos qualitativos. Tradução de Luis Alberto S. Peretti, Petrópolis, Rio de Janeiro, Vozes, 2012.

ARAGÃO, J. da S., FRANÇA, I. S. X. de, COURA, A. S., SOUSA, F. S. de, BATISTA, J. D. L., & MAGALHÃES, I. M. de O. Um estudo da validade de conteúdo de sinais, sintomas e doenças/agravos em saúde expressos em LIBRAS . Revista Latino-Americana de Enfermagem, 23(6), 1014-1023, 2015. https://doi.org/10.1590/0104-1169.0325.2644

BASTOS, L. A.; PIMENTEL, A. Libras no olhar: Uma cronologia do surdo e do tradutor. 1ª ed. Curitiba. sem editora. 2021. ISBN 978-65-00-2086-3.

BERSCH, R. Introdução à Tecnologia Assistiva. 2017. Elaborada por: Assistiva Tecnologia e Educação.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Acolhimento à demanda espontânea: queixas mais comuns na Atenção Básica / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – Brasília : Ministério da Saúde, 2012. 290 p. : il. – (Cadernos de Atenção Básica n. 28, Volume II).

CAMPOS, F; ROCHA, AR. Design instrucional e construtivismo: em busca de modelos para o desenvolvimento de software. IV Congresso RIBIE, Brasília, DF, 1998.

CHAVEIRO, N.; ALVES BARBOSA, M.; CELENO PORTO, C. Revisão de literatura sobre o atendimento ao paciente surdo pelos profissionais da saúde. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 42, n. 3, 2008.

SEGALA, R.; QUADROS, R. M. de Tradução intermodal, intersemiótica e interlinguística de textos escritos em português para a libras oral. Cad. Trad., Florianópolis, v. 35, n. especial 2, p. 354-386, jul-dez, 2015.

 

Como citar: ABNT

BASTOS, Luana Arrial. Proposta de modelo para construção de tecnologia de comunicação em libras para o atendimento primário na saúde. Unidos pela Saúde, 2022. Narração em Língua Portuguesa: L. A. Bastos. Tradução para Libras: L. F. G. de O. Klein. Disponível em: https://www.unidospelasaude.com.br/proposta-de-modelo-para-construcao-de-tecnologia-de-comunicacao-em-libras-para-o-atendimento-primario-na-saude/ Acesso em: 22 maio 2024.